Manutenção

Em atenção a uma intensa demanda por regularização e manutenção de sistemas inadequados ou inoperantes, mantemos equipes especializadas em manutenções preventivas e corretivas em sistemas de combate a incêndios existentes. As manutenções podem ser: periódicas, programadas e emergenciais, e serão realizadas por equipes especializadas em consonância com a produtividade da empresa e atividade da edificação.

Manutenção de Porta Corta Fogo:

Atenção síndicos, administradores de condomínio, engenheiros de segurança e técnicos de manutenção:

Prestem bastante atenção ao teor da norma NBR 11742, que trata da questão da manutenção em portas corta-fogo;

A manutenção é da responsabilidade do síndico ou do administrador da edificação. A qualquer momento, deve ser providenciada a regulagem ou substituição dos elementos que não estejam em perfeitas condições de funcionamento, bem como limpeza e lubrificação das partes móveis. O responsável pela manutenção das portas corta-fogo deve efetuar;

Devem ser efetuadas verificações do funcionamento automático e de todos os acessórios (fechaduras, dispositivos anti-pânico, selecionadores de folhas e travas, etc.). Também deve ser efetuada a limpeza dos alojadores de trinco, do piso e do batente, com a remoção dos resíduos e objetos estranhos que dificultem o funcionamento das partes móveis (dobradiças, fechaduras e trincos);

Nota: O conjunto porta corta-fogo e o piso ao redor não devem ser lavados com água ou qualquer produto químico. A limpeza da superfície pintada da folha da porta e do batente deve ser feita com pano ligeiramente umedecido em água e em seguida utilizado um pano seco para a remoção, de forma que a superfície fique seca e a poeira removida. No piso ao redor da porta não devem ser utilizados produtos químicos, como água sanitária (hipoclorito de sódio), removedores de todos os tipos e produtos químicos de caráter ácido, pois os mesmos são agressivos à pintura e conseqüentemente ao aço que compõe o conjunto porta corta-fogo.

NORMAS DE REFERÊNCIA: NBR’S 9077/01, 14718/08 e 14880/02 da ABNT